Acontece, Cultura, Personagens, Política

Andréia Verão: escreveu não leu…

Constrangimento!

andrea-verao-ler-sessao-camara

Andréia Verão retirou o requerimento – (Reprod. Youtube)

Durante a última sessão na Câmara de Carapicuíba, o presidente Abraão Júnior (PT) pediu à vereadora Andréia Verão (PHS) que fizesse a leitura do requerimento – o primeiro de sua autoria. Era uma requisição de cópia de todas as licitações e contratos celebrados pela Câmara na gestão atual.

O que se passou em seguida foi vergonhoso!

Um misto de falta de escrúpulos, desrespeito e desumanidade usados para submeter Andréia Verão a um absurdo e desnecessário constrangimento.

O presidente Abraão Júnior saiu da mesa, e deu lugar ao suplente Orcival Crepaldi (PMDB), que se juntou a ele na  façanha de exigir da vereadora a tarefa de ler na íntegra o tal requerimento. Um pedido incomum, já que a pauta fica disponível a todos os vereadores antes da sessão. Ficou explícita a intenção de expôr a incapacidade de leitura de Andréia Verão em plenário.

   É o que se vê no vídeo da Rede Povo, abaixo, a partir de 03:39min

 9ª Sessão da Câmara Carapicuíba 03/04/13 – Andréia Verão e a leitura – Vídeo: RedePovo

 

Nenhum objetivo político ou jurídico justifica a atitude de humilhar, apontando  publicamente a falta de escolaridade de quem quer que seja.

Educação é um Direito Humano. Quem não sabe ler e escrever teve seu Direito violado, enfrenta dificuldades cotidianas e é vítima constante de preconceito (e são mais de 14 milhões no Brasil).

O pastor Abraão Júnior exigiu a leitura e esclarecimento do requerimento para retirá-lo em seguida (pois sabia que não seria lido). Foi sua maneira de responder aos “achaques” que está sofrendo em seu gabinete, com “a faca no pescoço por assessores que querem ser mais do que vereador“, e que “não vai admitir atitudes ilícitas“.

São questões internas, de hierarquia. Não são de interesse público.

A abordagem do problema e o tratamento dispensado à vereadora Andréia Verão mostrou que ela não é vista com igualdade entre seus pares. E o que está na base desse tratamento é  preconceito e desprezo à democracia.

Isso já era de se esperar: raça, cor, sexualidade, escolaridade. Nada de novo…

Novidade seria a vereadora Andréia Verão mudar sua postura: parar de miar como gata parida e botar o pau na mesa!

Cassação de Mandato

Se há irregularidade em seu mandato,  isso deve ser questionado na Justiça, entre os letrados.

Quem não é alfabetizado não pode ser candidato, conforme a Constituição. E os eleitos devem  ser capazes de exercer as funções do cargo.

Segundo as regras eleitorais, o candidato que afirme saber ler e escrever (sem escolaridade formal) deve apresentar uma declaração de próprio punho, feita diante do Juiz do Cartório  durante o registro da candidatura.

Caso haja pedido de cassação do mandato e caso seja efetivado após todas as provas, quem vai herdar os 4.288 votos de Andréia Verão? Seu partido, o PHS, ou a coligação PHS/PSD?

Caso 1: Conforme já decidido em diferentes casos pelo STF, os votos de eleito cassado vão para o partido, e não para a coligação. Neste caso, Marcelo Dourado, do PHS, que teve 674 votos ocuparia a vaga de Andréia Verão. (ele é o 5º suplente da coligação) 

Caso 2: (O mais provável) Caso seja considerado o  Art. 174 § 4º do Código Eleitoral, os os votos vão para a coligação PHS/PSD, e José Carlos Adão do PSD, com 991 votos, o 1º suplente,  assume. 

Claro que este é apenas o registro de uma pesquisa rápida que eu fiz, porque sou analfabeta em questões jurídicas e eleitorais.

Discussão

59 comentários sobre “Andréia Verão: escreveu não leu…

  1. Realmente, é uma adaga de dois gumes, a representatividade do Vereador em questão se comprova pelas urnas! Afinal Ele está lá por meio de voto direto como reza a Lei, o fato de ser alfabetizado ou não compromete sim o exercício do cargo, que se trata do Legislativo, a impossibilidade do exercício infelizmente afeta o avanço de toda a população. Lembramos do caso “Tiririca”, se não fosse comprovado o nível de escolaridade exigido por lei Ele seria desempossado, siga se o que determina a Lei. Mas de forma diplomática.

    Curtir

    Publicado por Paulo Souto | 6 de abril de 2013, 20:16
    • Paulo,

      Você usou exatamente o termo que me faltou: DIPLOMACIA!
      E compromete muito o exercício do cargo, até o ponto de um parlamentar ter que trabalhar apenas baseado no que seus assessores lêem. E “assinar” documentos que não tem certeza do conteúdo (para dizer o mínimo).

      E, do outro lado, está a representatividade que já está garantida a Andréia Verão.

      Ser analfabeto é uma situação transitória, pode ser alterada. Já o CARÁTER, não muda!

      Mônica

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 7 de abril de 2013, 10:51
      • Diplomacia a quem nos engana ??? A quem corrompe nossos impostos pagos, em benefício próprio ???
        Daqui a pouco os “direitos humanos” vão querer caçar quem desvendou a farsa…. isso é o que temos no Brasil, por isso vivemos cercados de pessoas no “limite de sua paciencia”……… já não basta o molusco e a presidANTA….. lamentável !!!!

        Curtir

        Publicado por Paulo Ancona | 22 de abril de 2014, 18:30
    • Vinicius Alves Santos : Ele foi eleito democraticamente pelo povo de Carapicuíba, talvez uma forma de protesto por não aguentar mais a corrupção dos letrados. O problema da corrupção não são os analfabetos, o problema da corrupção é a impunidade o descumprimento das leis. Se há irregularidade em seu mandato, isso deve ser questionado na Justiça, entre os letrados.

      Quem não é alfabetizado não pode ser candidato, conforme a Constituição. E os eleitos devem ser capazes de exercer as funções do cargo.

      Vinicius Alves Santos : “Uma coisa é ser tentado e outra coisa é cair na tentação. Não posso negar que não se encontre num júri, examinando a vida de um prisioneiro, um ou dois ladrões, entre os jurados, mais culpados do que o próprio homem que estão julgando. A Justiça só se apodera daquilo que descobre. Que importa às leis que ladrões condenem ladrões?” (SHAKESPEARE, 1994:129)

      Curtir

      Publicado por Vinicius Alves | 18 de abril de 2014, 10:19
      • Realmente ele foi votado pelo o povo,agora te pergunto na hora de pedir votos,ninguém quer saber se é analfabeto ou não, realmente não existe um Juri investigando a vida de ninguém,mas existe pessoas investigando a vida da Vera Verão que é uma pessoa do povo,como disse existe muitos Diplomatas que não tem a capacidade de ter tantos votos como ela,porque será em, eu sei porque analfabeta ou não ela escuta o povo independentemente se é época de eleição ou não,com tantas coisas para se preocupar,pessoas se preocupam com coisas que não tem fundamento.

        Curtir

        Publicado por liajason | 22 de abril de 2014, 16:39
  2. O fato do excelentíssimo e nobre Vereador Andréia Verão ser estudado(a) ou não ,Não dá o Direito por vários momentos a quebra de Regimento interno,atropelamento e até quebra de ´´decoro´´ Parlamentar feito pelo nobre vereador e Presidente da Casa de Leis de Carapicuíba Sr°´´ Abraão Da Costa Junior´´, também por meio destas escritas, venho a afirmar que em nenhum momento o Excelentíssimo Vereador Andréia verão ´indagou ou se direcionou aos cidadão de Carapicuíba(platéia) e seus companheiros vereadores ali presentes que não faria a leitura de tal requerimento apresentado ou solicitado por sua pessoa.,
    No momento em que começa tal situação ,até um membro da mesa diretora da casa Prof° Paulo Xavier e o Excelentíssimo vereador Jefferson Macedo vieram em defesa do vereador Andréia verão ,e colocaram que não havendo a retirada de tal propositura, que quem haveria de fazer a leitura de tal requerimento apresentado seria o secretário da mesa e não o vereador autor da propositura.
    Assim como nunca visto em nenhuma sessão da Câmara o pedido para que o Vereador autor da propositura a fazer a leitura, a verdade é que a Andréia verão por sua falta de maldade no meios dos gigantes da política de Carapicuíba ali presente na sessão, ficará sem reação sendo forçada a retirar tal requerimento ,Mas quero dizer que no contexto histórico das antiguidade ,Sanção foi vencido por Golias um pequeno que apenas com uma pedrinha achou um meio de derrotá lo provando que a força de vencedor está no menor dos atos que serão feitos ou executados por este vereador após este episódio,Sim a Andréia Verão é menos preparada sim,seja pelo pouco estudo ou por conhecimentos políticos ou conhecimentos gerais.,
    Porém dará a resposta a altura depois de tal momento de Humilhação e aprendizado aprendizado este que nos fazem crescer a cada dia,cito que ninguém nasce sabendo mas aprende rápido quando é preciso,afinal e das pequenas coisas que se retiram grandes estratégias.
    Sem mais acredito que este vereador Andréia Verão tem todas as condições de adiquerir conhecimento político e social da atual situação de Carapicuíba ,podendo assim defender se e defender a cada cidadão de nossa Carapicuíba,Trabalhando e apresentando muitas propostas e criações de Leis neste Município.Acreditem um novato pode fazer a diferença sim com pouco ou muito estudo ,estes são a realidade de nossa Carapicuíba ,ou seja a voz da verdade.

    Curtir

    Publicado por José Claudio da Silva | 7 de abril de 2013, 13:23
    • Pois é José, concordo!

      Pelo seu estilo percebo que você acompanha as sessões.
      Como o vídeo da Rede Povo é editado não percebi quando o vereador Jefferson Macedo estava gritando com Andréa exigindo retirar o danado requerimento – se era contra ou em apoio a ela. E fica claro que o vereador Paulo Xavier quebrou o constrangimento no ar.

      Mas acredito que Andréia Verão, uma pessoa adulta, não precisa de ninguém que a defenda – cada um está onde se colocou.

      Fora essa situação bizarra nesta seção – que até onde sei foi sua primeira participação ativa em plenário – há uma grande expectativa por sua atuação. Sabe como é: todos querem um representante que abrace uma causa – a cobrança é grande.

      Por mim, penso que sua participação, em si mesma, já carrega muito da personalidade dos carapicuibanos.

      Vamos ver no que isso vai dar

      Mônica

      PS: Não afirmei que Andréia Verão se negou a ler. Nem se de fato ela é ou não alfabetizada, porque isso depende de testes.
      A base de minha opinião é sua aparente dificuldade com a leitura
      e o dado oficial de sua candidatura “lê e escreve” (que comprova baixa escolaridade) – somados à falta de segurança com os procedimentos do plenário.

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 7 de abril de 2013, 14:43
  3. O vereador Abraão Junior precisa se atualizar na questão do uso da palavra ” FAVELA” , este termo não se utiliza mais.

    Curtir

    Publicado por João Carlos | 7 de abril de 2013, 18:42
    • Discordo, João Carlos,

      Favela, é favela: conjunto de moradias precárias.

      Não sei em que contexto o termo foi usado pelo vereador… O termo carrega várias definições e valores, e quase sempre é usado de modo pejorativo, por isso tem quem prefira o eufemismo “area livre”, comunidade, etc.

      Mas também existem movimentos de valorização, como a CUFA – Central Única das Favelas.

      Por curiosidade, o prefeito do Rio pediu e o Google retirou do mapa todos os nomes de Favelas cariocas, para não “assustar” os turistas. Os nomes saíram do mapa do google, mas as favelas continuam lá nos morros.

      Sempre vai depender do contexto – e da intenção do uso.

      Digamos que aconteça um incêndio num conjunto de barracos construídos em área livre invadida. Que termo você usaria para identificar esse local? (só vale usar uma palavra)

      Mônica

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 8 de abril de 2013, 01:43
    • Mais uma vítima da ditadura do abominável “politicamente correto” Sem critério, sem fundamentos, sem mérito nenhum, as pessoas se deixam levar pelo cabresto do politicamente correto. Vide este verbete: http://pt.wikipedia.org/wiki/Favela

      Curtir

      Publicado por Marco Aurélio | 9 de maio de 2014, 10:23
  4. Pastor Abraão junho. Eu Andrade da Gocil fico tristo com o sr sendo eleito pelo o povo trabalhadores, e envangelicos,muintos destès sò sabèm assina o pròprio nome.Ou o sr vai pedir para os envangèlicos ler à sagrada escrituras, se não saber ler vai ser espulso da Igrja. quando o vereador Vera verão registro à cadidatura ,foi feito um relatòrio para comprovar se è analfabètico o não. vocês do PT gostou .quando o mesmo foi para as Ruas pedirem votos para ele ,e para o sr Serge Ribèiro

    Curtir

    Publicado por Andrade cardoso lima | 7 de abril de 2013, 20:10
  5. Estamos em francomomentoneste pais que os “donos do poder” – vide na foto homens, brancos e letrados estão com muito medo da ascenção dos diferentes e sempre desiguais em relação ao poder que nem eles. Se existe arbitrariedade está na aceitação da sua candidatura, não é? Então responda o ministério público! Constrangimento, racismo é crime neste pais ! Não conheço a nobre edil “Andrea Verão” se ela roubar, como muitos dos que já passaram por enúmeras cameras, for desleal estrei aqui também para posicionar-me. Caso contrário carregaremos uma legião de carapicuibanos, negros, pobres e pessoas de acordo com a lei. É mais fácil cair todos os outros!!!!

    Curtir

    Publicado por Regina Goulart Nogueira | 7 de abril de 2013, 22:00
  6. Quem é o Abraão Junior?
    Quem o conheceu em sua juventude no nosso bairro ou na nossa própria cidade?
    Chegou onde queria por ser membro de uma instituição religiosa contando com o apoio de seus membros,porque se fosse depender de simpatia,camaradagem ou mesmo amizade das pessoas do bairro,estaria perdido.
    Não gosto de política,mas o que me impressiona são os caras que vão à todos o lugares possíveis e conseguem convencer o eleitorado com discursos,palestras, ações…mas quando corre a notícia que o nosso representante precisa do nosso voto,aí a coisa é estranha.
    Acredito que nem pelo vizinho no prédio onde morava na rua Rio Grande do Sul,na Cohab ele deve ter feito algo,ao contrário a Andréia Verão,conquistou a simpatia de correr as ruas da cidade sempre sorrindo pra todos e acenando trabalhando como coletor de lixo e sendo sempre correspondida.
    Ah,pastor Abraão! Toda essa maldade em expor seu semelhante é devida a introspecção na qual vossa senhoria foi condicionado ( lembro de você desde a 1ª escola,ali na Amazonas),de não poder brincar,cair,pular,reconhecer o diferente?

    Curtir

    Publicado por Everaldo Bezerra | 8 de abril de 2013, 09:38
    • Poxa!
      Parece que o presidente da Câmara de Carapicuíba deu um tiro no pé.
      E a minha simpatia por Andréia Verão, (que nunca neguei, apesar de não ter votado nela) só aumenta.
      Mônica

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 8 de abril de 2013, 10:21
    • Apoiado, alguns evangelicos se aproveitam das ovelhas pra ganhar voto. Andréia Verão, vai na força, hoje podem zombar de vc pela falta de leitura, mas o amanha ninguem sabe, Lula nao tem faculdade e foi Presidente, e olha que foi torneiro. Nada impede de amanha a Andréa Verão fazer uma faculdade e chegar até ser prefeito, e ahi???, que dirão os zombadores???, Ri melhor, que ri por último.

      Curtir

      Publicado por ed Saints | 15 de abril de 2014, 11:51
  7. O vereador não sabe ler, mas não teve o pudor de assumir isto e perder o direito ao cargo (cargos públicos eletivos requerem que o candidato seja alfabetizado). Então se houve constrangimento ele foi causado pelo próprio vereador, por mais ninguém, pois é de todo normal um pedido para que se leia algo num grupo de vereadores, em que supostamente todos são alfabetizados. Este vereador deveria sim é perder o cargo, haja vista ter ficado patente que é analfabeto e que não possui um requisito para a elegibilidade. Deveria ser obrigado também a devolver os salários e benefícios recebidos até o momento.

    Curtir

    Publicado por Rafael Moreno (@rafaelsmoreno) | 8 de abril de 2013, 21:14
    • De fato, não teve pudor, e está sofrendo as consequências. Terá que se posicionar.
      E não é “normal pedir leitura” – houve atropelamento do procedimento em plenário. O próprio requerimento é desnecessário pois o acesso aos contratos é um direito (prerrogativa do vereador, como explicado no vídeo). Tente enxergar além das aparências…
      A perda do mandato por inelegibilidade acontece SÓ APÓS processo jurídico. Com o qual concordo (isto não está claro?).
      Discordo da achincalhação pública.
      Mônica

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 9 de abril de 2013, 08:14
  8. bom eu acho que a asesoria que ta estragando ela vamo falar no portugues asessores de merda que alves de ajudar fica pra sima e pra baixo paseando de carro novo

    Curtir

    Publicado por carol | 9 de abril de 2013, 08:32
  9. isso não é novidade , antes da eleição toda Carapicuiba ja sabia…agora aguenta…vai ficar 4 anos a palhaçada

    Curtir

    Publicado por helio | 9 de abril de 2013, 14:53
  10. O video que de forma resumida, tratava de assuntos deliberados na Camara Municipal de Carapicuiba, entre outros , abordava o requerimento apresentado pelo Vereador Andrea Verao, cujo seu conteudo nao foi lido pelo mesmo ,e apos analise de alguns comentarios a respeito do assunto, inclusive com conotaçoes de constrangimento sofrido pelo vereador, pelo fato de sua recusa ou inercia ao ler o documento em tela, e ainda respeitando as opinioes democraticas , venho por meio desta , nao concordar com as mesmas, pois, o vereador e um representante do Poder Legislativo, uma autoridade constituida, com mandato eletivo, ficaram patentes indicios de analfabetismo em detrimento a sua recusa ou inercia em ler o documento, ser afalbetizado e um requisito prioritario e legal.
    O Poder Legislativo e autonomo , independente e que representa papel fundamental para o Brasil, pois, sua eficacia esta preconizada junto a outros Poderes como o Judiciario e Execultivo.
    Sem entrar no merito , fica explicito que tal fato , nao configurou nenhum constrangimento, pelo contrario, como eleitor e municipe de Carapicuiba desde 1980 eu e que me sinto constrangido , pois o vereador, legislador, autoridade , enfim, o representante do Poder Legislativo “supostamente” nao sabe ler, desde quando requerer uma leitura para uma autoridade constituida, configura as teses e explanaçoes na tribuna da camara , em desfavor do vereador Andrea Verao, feitas pelos vereadores Paulo Xavier e Jefferson Macedo, eles como autoridades constituidas , deveriam nao compartilhar com os indicios de analfabetismo do vereador, sera que eles estao querendo rasgar a constituiçao federal, cabe lembrar que foram os seus proprios pares que legislaram a respeito do tema, quer dizer se um professor pedir para um aluno do ensino fundamental, uma criança de 7 ou 8 anos por exemplo, ler um texto em voz alta na sala de aula, vai configurar constrangimento para a criança, ou armaçao , como insinuaram os vereadores Paulo Xavier e Jefferson Macedo, no caso do vereador Andrea Verao.
    E o fim dos tempos mesmo, uma inversao de valores, agora para finalizar, imaginem um vereador que representa o Poder Legislativo, uma autoridade constituida, com cargo eletivo, diante de todos esses fatos, ser tratado como vitima, nos e que somos vitimas , pois como contribuintes temos que pagar o salario desse vereador, que ao que me parece nao saber ler, o constrangimento e nosso, temos o direito de exigir providencias dessa casa de leis, bem como do Poder Judiciario e sobre tudo do Ministerio Publico, requeiro que as autoridades constituidas tomem todas as providencias cabiveis a respeito dos fatos elencados.

    Curtir

    Publicado por MARINHO | 9 de abril de 2013, 18:59
  11. Não vejo como algo que venha a ferir diretamente a pessoa. É do “ambiente” no qual está inserida a Vereadora.
    Pode não ser, mas, torna-se fato tal exigência: é um ambiente no qual predomina a comunicação pautada no letramento, ou alfabetismo, pois, trabalha-se diretamente com “Leis” e o Direito possui esse recurso para se manifestar, a relação entre sons, desenhos, ícones, ou seja, letra, palavras! Não pauto aqui na questão “constitucional”, não utilizo-a para isso, justamente para não ter complicação. Sabe, é do “ambiente”, da “natureza” do ambiente. Então, uma vez que o Direito (Leis) utiliza letras, palavras, números… para “existir”, manifestar a sua “existência”, e o Parlamento por Obrigação possui a responsabilidade de obedecer “Leis”, torna-se um pré-requisito natural, pois, sem esse pré-requisito, diminui a possibilidade da pessoa, no caso a Vereadora, poder compreender o que ocorre no ambiente e interagir conforme Ela, representante do Povo, acha por bem fazer.
    O que fica ridículo é a maneira em que “isso”, esse fato, é, foi, tratado pelo Parlamento, ou seja, sendo eles letrados, a capacidade de compreensão de que não há na pessoa, Vereadora, a capacidade apurada (mínima) de interatividade com letras, palavras…penso eu ser mais Ético, correto, dar suporte à Vereadora, sugerir, apresentar soluções para que Ela tenha acesso ao conhecimento, ou seja, ao letramento.
    2 pontos importantes então:
    1 – é necessidade prévia o letramento por parte de todos que aspiram trabalhar nesse ambiente, ambiente no qual o Direito é a ferramenta fundamental para que sejam feitas, realizadas, as ações naquele ambiente.
    2 – Letrados, os Parlamentares, deveriam não “contestar” a ausência de conhecimento mínimo por parte da Vereadora, mas, sim promover o suporte máximo para que essa necessidade prévia seja suprida, afinal, o que precisa de fato ser resolvido é a incapacidade mínima que possui a Vereadora para relacionar-se naquele ambiente. e não pautar-se em algo que venha a punir a pessoa e a Vereadora.

    Bem simples, o ambiente requer isso, logo, o que pode ser feito para que a Vereadora possa ter acesso ao que é de exigência natural do ambiente?

    Espero que isso possa ser vista por parte de todos. O ambiente é também para isso, fornecer suporte para melhorias não só da população, mas, das condições de trabalho daqueles que ali estão presentes. Não faz sentido puni-la por não ter acesso ao conhecimento, pois, não por não ter conhecimento que vai impedir que Ela possa trazer “soluções”, apresentar suas ideias, pois, isso é inerente à vida, à experiência de Vida da Vereadora e viver não exige que a pessoa tenha determinados conhecimentos, viver é apenas viver, e, com o tempo consegue-se obter experiência, conhecimento prático para que possa ser aplicado em todo e qualquer ambiente.

    Lamentável o Parlamento não posicionar de forma humana. Perde-se muito com isso, pois, limita o ser humano sem que, se quer, o humano tenha apresentado o que pensa e o que pode fazer para contribuir.

    Curtir

    Publicado por maurorm | 10 de abril de 2013, 06:17
    • Pois é,

      Você ressalta o lado humano, é isso que foi deixado de lado. A questão legal tem que ser resolvida no ambiente próprio, na Justiça.

      E ao lado da vereadora estava sentada uma professora, a vereadora Sonia Esteves, que sempre se refere ao EJA – Educação de Jovens e Adultos…
      Não sei qual foi a postura da professora, porque não estava lá. Mas no vídeo dá para ouvir ela pedindo para “ler na íntegra”.

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 10 de abril de 2013, 06:23
  12. Ler requerimento é dever de ofício de qualquer parlamentar. Quem não tem a capacidade para exercer tal ofício, nem deveria ter se candidatado ao cargo.

    Curtir

    Publicado por Gilmar - Uberlandia/MG | 10 de abril de 2013, 10:24
    • Gilmar,
      Concordo, nem deveria! Mas candidatou-se e elegeu-se.
      O que eu critico (eu devo escrever muito mal, porque ninguém entendeu)é a manobra feita exclusivamente para demonstrar que a vereadora Andréia Verão pode não saber ler

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 10 de abril de 2013, 11:42
      • Sorte dela, da Andréia Verão, agora é estudar e correr pro abraço, Tiririca tb não sabe nada, e tá rico na politica, Jogadores tão rico na politica, etc e tal. como diz um velho ditado “O mundo é dos espertos”

        Curtir

        Publicado por Ed Saints | 15 de abril de 2014, 11:57
  13. estou muito triste, a vereadora tomou decisão precipitada. esqueceu que tem pai e mãe de família que trabalha pra ela.Ela não deveria desonera os funcionários.

    Curtir

    Publicado por Jéferson tomaz | 11 de abril de 2013, 21:26
  14. Uma pessoa que não sabe ler e escrever não pode obviamente desempenhar uma função para a qual alfabetização plena seja essencial.
    E a opinião pessoal de que os outros parlamentares tem que “ajudar” o vereador com um problema que ele deveria ter resolvido antes que sequer cogitasse uma candidatura, é irrelevante. Lugar de aprender a ler e escrever é na escola, não na câmara municipal. Mais do que desrespeito a qualquer político, isso foi um desrespeito ao povo, visto que um candidato com esse tipo de despreparo teria que se valer de fraude para concorrer ao cargo. O candidato teve o direito de educação violado? Concordo. Mas ele não pensou em violar as normas eleitorais e os direitos do povo, não?…
    Se bem que, lendo os comentários, eu fico me perguntando porque o povo reclama do estado em que se encontra a nossa política. Talvez o certo fosse mesmo o Sr. Abraão Júnior ter ficado calado, largado a situação de mão, e deixado um representante do povo ganhando em um mês o que muito cortador de cana igualmente semi-letrado não ganha em um ano, assinando documentos que ele provavelmente não sabe do que se trata. De preferência aqueles que vão ferrar a população. Porque quem vota num sujeito baseado em coitadismo minoritário, ao invés de propostas coerentes e preparo para exercer a função, merece os políticos que elege.

    Curtir

    Publicado por Yan | 12 de abril de 2013, 00:45
  15. Caro Yan,

    A democracia dá a todos, cortadores de cana semiletrados, inclusive, o direito de se eleger. Enquanto não houver comprovação de ilegalidade, seu mandato é legítimo – gostemos ou não.

    Não acredito que foi o “coitadismo” que elegeu Andréia Verão.

    Seu sucesso nas urnas, com votação bastante expressiva nos parâmetros de Carapicuíba, é fruto de seu carisma e da simpatia conquistada em mais de quinze anos coletando o lixo da cidade. E a consequência nesses casos costuma ser mesmo desastrosa (para todos sob a gestão dos “famosos”).

    Esperar ajuda de parlamentares seria ingenuidade – eles se comeriam vivos, se pudessem.

    Já o respeito, parte do decoro, é obrigatório. Além disso, o regimento interno da Câmara foi desrespeitado: QUEM DEVE LER É O SECRETÁRIO. E o erro provocou a exposição do mais fraco (não coitado, imagine).

    Na sessão de ontem, ao provar que sabe ler (digo, é alfabetizada), Andréia Verão revelou um pouco mais do que está por baixo da tal “manobra do requerimento”.

    Curtir

    Publicado por Carapicuibanos | 12 de abril de 2013, 02:07
    • Esse é um problema grave. Não digo que Andréia Verão seja má pessoa. O problema não é com sua candidatura. É com o povo. Não adianta votar em alguém baseado apenas em popularidade. O Clodovil era popular e era decente. Mas pouco conseguiu fazer. Enéas também tinha sua popularidade, e era decente. Mas também pouco conseguiu fazer. O povo precisa de representação própria para poder limpar a casa, mas não adianta enviar pessoas despreparadas para o abatedouro.
      E ser um cortador de cana semi-letrado não é sinal de inferioridade. Meus parentes que eram marceneiros, pescadores e lavradores sempre estiveram entre os membros mais respeitados da família. Mas eu admito que nenhum deles seria um bom político.
      E não sei exatamente como é PT e aliados daí, mas no geral é bem sabido que a esquerda política não dá a mínima pra decoro, exceto se desrespeita algum comparsa deles.

      Curtir

      Publicado por Yan | 12 de abril de 2013, 16:16
      • Hum, complicado. Como “o povo” ter representação própria sem colocar lá no poder os seus iguais?

        E se vc é o Yan Cabral verdadeiro – uma celebridade comentando aqui, q honra! rsrs – então já melhorou da mão… 🙂

        Curtir

        Publicado por Monica Oliveira | 13 de abril de 2013, 15:46
  16. É sério que este site aqui está defendendo a ilustre vereador”a”? Não acredito nisso, depois não sabem porque o pais em que vive está na merda!!! Seus escrotos, são vocês que fazem o meu salário ser tão baixo. Sim sou professor, e nesta hora só tenho uma coisa a dizer ai para a população carapicuibana… meus pêsames (sic)!!

    Curtir

    Publicado por Arnaldo | 25 de abril de 2013, 10:17
    • Ai, meu saco!

      Este BLOG (que é só eu, Mônica, e mais ninguém) não defende vereadora ou vereador nenhum.

      E é sim SÉRIO, seriíssimo, que defendo o que eu acredito.

      E sinto muito que você, mesmo sendo professor (aliás uma profissão como qualquer outra) seja também um analfabeto funcional.

      Não posso responder pela “população carapicuibana”, apenas por mim, mas já que você perdeu seu precioso tempo em vir aqui destilar seu ódio pelo “país de merda” que nós, “os escrotos” estamos criando, aproveito para afirmar que seu salário tão baixo talvez esteja de acordo com a sua educação – e a sua leitura torta de opiniões, do país, do mundo.

      Mônica,

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 26 de abril de 2013, 21:53
  17. Parabenizo o site carapicuibanos.wordpress.com pelo seu trabalho, estaremos visitando mais vezes suas publicações que é de grande valor para a cidade de Carapicuiba-SP.
    Atenciosamente
    Osni Dias
    Rede Povo

    Curtir

    Publicado por Osni dias | 8 de maio de 2013, 11:41
  18. Representante popular não-alfabetizado?
    Carapicúiba merece um representante melhor, não acha?
    Embora seja altamente questionável a atitude dos seus colegas, é imoral alguém sem o mínimo preparo mamar nas tetas do governo e brincar com o dinheiro do contribuinte.
    Sempre quis fazer mais pela minha comunidade, pela minha cidade, meu país. Contudo nunca me candidatei a um cargo público expressivo por ter consciência de não possuir as características necessárias para desempenhar uma boa representatividade de meus pares.
    Absurdo… absurdo… inaceitável.

    Curtir

    Publicado por Rodolfo Pinheiro | 15 de maio de 2013, 13:30
  19. Legislador analfabeto… É realmente inacreditável.

    Curtir

    Publicado por Fernando | 17 de abril de 2014, 16:54
  20. Todos os demais estudam e lêem.

    Por que essas pessoas não fazem o mesmo?com um salário de 12 mil por mês,não deu para contratar um professor particular ainda?

    Ou vamos agora aqui,ainda defender “o apedeuta mor” da república das bananas,que depois de 30 anos de mamatas na politica,ainda continua se “gabando” ,de seu pouco estudo e que no entanto,só em “palestras” pelo mundo,ganha mais de 300 mil a cada 2 horas.

    E para piorar,ainda por cima se mete a dar palpite,no que seria educação de qualidade para os demais.Inaugurando “faculdades” e se vangloriando pelo número delas,mas não mostra a qualidade das mesmas.

    Se são tão boas para o povo,por que ele mesmo nesses anos todos,não aproveitou e se graduou em alguma delas?Acho estranho que um cara ganhe tanto dinheiro na vida e não queira estudar.

    Acho ridículo e até criminoso o fato de uma pessoa,nessa situação,não querer conquistar as pessoas pelo exemplo.Pelo bom exemplo,em que deveriam mostrar,ao povo, que nunca é tarde para estudar e para aprender a pelo menos ler.

    Curtir

    Publicado por Pedro Amarildo Vieira | 18 de abril de 2014, 07:50
  21. Tal pessoa pode fiscalizar o poder executivo (função dele) de que forma se mal sabe ler? Nem vou estender aqui como fizeram alguns porque isso nem merece ser discutido, porque é ridículo algo assim acontecer. No mínimo deviam ter pedido a cessação do diploma dele. E não venham como homofobia, saber ler ou não, independente do sexo.

    Curtir

    Publicado por Ronaldo | 18 de abril de 2014, 12:23
  22. Não vi humilhação no vídeo. Vi um vereador que não consegue ler e ponto. Já que conseguiu “entrar” no Legislativo pelo voto, mesmo sem instrução, penso que, ganhando um salário invejado de R$ 12.000,00, deveria retribuir ao povo de Carapicuíba, frequentando o banco de uma escola, para poder desempenhar um trabalho competente e digno do cargo eletivo que ocupa. Vergonha é parar no tempo e ficar ocupando lugar na Câmara Legislativa sem produzir nada.

    Curtir

    Publicado por Frank Pires | 18 de abril de 2014, 16:22
  23. Não moro em Carapicuíba, nem atualmente no Brasil, mas concordo com o que a matéria diz, até o fim do segundo parágrafo, que tem a seguinte frase: “O QUE SE PASSOU EM SEGUIDA FOI VERGONHOSO”. Realmente, vendo o vídeo, senti vergonha desse tipo de político (e tenho pena de quem votou nele? / nela? – ANALFABETO???? NÃO SABER LER??? E ESTÁ NO CARGO??? fico mais preocupado com a impressa e alguns idiotas que defendem a figura iletrada (defendendo minorias negras? analfabetas? LGBTs? ) – virou moda isso. Dá uma enxada pra ele carpir um terreno ai na cidade que vai ser bem melhor pra todos os munícipes do que pagar caro pra ele/ela usar terninho e gravata vermelha. POUCA VERGONHA!!!! vai trabalhar!!!

    Curtir

    Publicado por Luiz Gonzaga | 18 de abril de 2014, 16:55
  24. E realmente um fato único do Brasil porque foi pedido algo simples pra que ele lesse o requerimento, ele não conseguiu sequer entender o pedido quanto mais fazer a leitura, eu realmente me pergunto como uma pessoa dessa totalmente despreparada recebeu algum voto e intrigante isso, pior ainda e ver que ele sofreu constrangimento… Por favor constrangida fico eu de ver uma cena absurda dessas, meu alivio e que ele foi interrompido antes que pudesse ficar pior essa situação, falta e decoro? me poupem pode ter sido falta de bom senso, noção de tudo menos de decoro. E por isso que estamos na situação que estamos, vocês acham mesmo que um vereador desse esta preocupado em apresentar algum projeto sobre a educação? duvido, que povo ele representa? respondo a vocês ele representa ele mesmo, porque e assim no nosso Pais. VERGONHA BRASIL

    Curtir

    Publicado por Magnolia Silva | 19 de abril de 2014, 00:11
  25. Constrangimento? É inaceitável ter um representante que não sabe sequer unir letras e gerar uma palavra! Uma vergonha, o Brasil merece o que tem, lixo no poder.

    Curtir

    Publicado por Antunes | 19 de abril de 2014, 12:35
  26. Constrangido estou eu por colocarem um viado analfabeto para ficar a frente de um povo

    Curtir

    Publicado por MILAR | 19 de abril de 2014, 13:58
  27. Bando de filho da puta! Comendo o dinheiro do povo! Como pode querer defender a vereadora? Tão de sacanagem não é? Eles tinham que tela posto para fora! Vai procurar um colégio, vai estudar! Como pode querer ser representante do povo? Sequer consegue ler um ato de sua autoria? Um absurdo, UM TREMENDO ABSURDO! Por isso a politica está essa vergonha! Me desculpem os leitores pelos palavrões, mas é esse o pais que minha filha vai viver? Por que o pais que eu construo e sonho pra ela não é chacota! Nem um parque de diversões para brincarem como estão fazendo! Vergonha! Vergonha imensa dessa pessoa que se presta a estar vereadora! Vergonha pela classe que representa, pelo cargo, pelo ser humano!

    Curtir

    Publicado por Rafa Augusto's | 19 de abril de 2014, 16:30
  28. Este acontecimento retrata uma situação interessante. De um lado temos um vereador eleito pelo voto popular (vontade da população), e de outro temos o fato de ele não saber ler e escrever, o que teoricamente o tornaria inelegível. Tem ele competência para legislar? Não sei, quem vai dizer é o Judiciário. Teria ele “capacidade” para legislar? Tb não sei, quem vai dizer é o tempo. Seja como for, e tendo em vista que agora o vereador possui capacidade econômica, acho que é obrigação dele correr atrás de sua formação, ainda que mínima. Particularmente acho importante que os nossos legisladores sejam alfabetizados, pois faz parte de suas atividades a leitura atenta da legislação, dos projeto de leis, orçamentos, etc. Além disso, a leitura propicia o conhecimento do mundo, que pode ajudar o vereador a criar e reinventar leis que ajudem a melhorar a vida da população.

    Curtir

    Publicado por Dario Ricciardelli | 20 de abril de 2014, 07:15
  29. Como pode você defender uma ANALFABETA legislando para o povo, isso é inadmissível, e vai tomar no seu cú….

    Curtir

    Publicado por Marcelo Chaves Jr | 23 de abril de 2014, 13:18
  30. Imbecis que votaram nessa imbecil farão discurso politicamente correto, mas fato é que o dinheiro publico está sutentando um analfabeto entre os seus legisladores… Parabens Carapicuiba! Tão pagando de imbecis para o Brasil inteiro!! Cambada de idiotas…

    Curtir

    Publicado por João Ricardo | 23 de abril de 2014, 22:54
    • João Ricardo,

      Acredito que os milhares de eleitores de Carapicuíba que votaram em Andréia Verão
      não são do tipo que fazem discurso, muito menos o que você chama de “discurso politicamente correto”…

      O analfabetismo no país é uma realidade criada com dinheiro público, em décadas de
      descaso com a Educação. E todos uma hora ou outra arcamos com isso.

      E quanto à imagem de Carapicuíba… oras, bem se vê que a maioria aqui nunca na vida pisou num
      plenário.

      Mônica

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 24 de abril de 2014, 15:27
  31. e quem fez o requerimento, se ela nao sabe ler?

    Curtir

    Publicado por Anônimo | 7 de maio de 2014, 20:33
  32. pra mim que concorda que isso ( não sei o que é essa “pessoa”) em achar que foi humilhada são tão acéfalos quando essa coisa que não sabe ler. uma coisa dessa não deveria nem esta ai representando uma cidade ja que é nítido a falta de capacidade dessa coisa.

    Curtir

    Publicado por ard | 11 de maio de 2014, 12:25
  33. Existe uma Lei que exige aos candidatos, serem alfabetizados. Como é que esse (a) vereadora(a) conseguiu ser empossada(o)? Está claro a sua falta de capacidade de leitura e interpretação de textos simples. Não se trata de constrangimento. Trata-se de falta de capacidade para exercer gargo público. Só isso e nada mais”!

    Curtir

    Publicado por Luiz Tadeu Peres | 11 de maio de 2014, 14:04
  34. O Brasil confundiu democracia com bandalheira e isso só favoriza à corrupção nos partidos. Se encontram qualquer pessoa que esteja vinculada a uma classe social dita marginalizada pela sociedade (homossexuais, prostitutas, travestis, etc), o que interessa ao partido é eleger para ter mais votos quando precisar passar uma emenda ou um projeto na Câmara. É o fim da picada. Amanhã teremos também como representantes do povo assassinos, contrabandistas, traficantes, pedófilos, estupradores e por aí vai. É a falsa idéia de democracia à brasileira, esta aberração em que nossa sociedade se transformou.

    Curtir

    Publicado por jean | 15 de maio de 2014, 08:43
    • Jean,
      Os “não marginalizados” também são eleitos para o mesmo fim: passar uma emenda ou um projeto na Câmara.
      E falando em bandidos, um “quase vereador” de Carapicuíba (um suplente) foi preso recentemente por pedofilia.
      Não se elegeu com os novecentos e poucos votos, mas era um dos homens de confiança do prefeito, já que mereceu um cargo comissionado.

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 21 de maio de 2014, 21:10
  35. Gente, a situação é bem simples e prática: o que diz a lei? Não pode analfabetos? Então, quem permitiu a candidatura? Sai quem não podia se candidatar e pune-se aquele(s) que permitiram. A pena inclusive deve incluir: 1) exposição ao ridículo – de uma pessoa que por sua cor e opções sexuais já deve sofrer preconceito; 2) A exposição da Carta Magna como promotora de exposição ao ridículo; 3) Estar dando atestado da incapacidade do povo brasileiro em escolher seus representantes e fiscaliza-los.

    Curtir

    Publicado por Anônimo | 20 de maio de 2014, 17:17
    • simples!
      Só quem permite candidatura é a o TRE. E não é tão simples assim, não.
      Tem que haver denúncia e prova e etc etc.
      Andréia Verão provou que é “capaz de ler”. E, aliás, em termos de letramento, ela não é muito diferente de tantos outros políticos nesse Brasil afora, em que analfabetos podem votar, mas não podem representar seus eleitores.

      Curtir

      Publicado por Carapicuibanos | 21 de maio de 2014, 21:00

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Andréia Verão causando ainda | Carapicuibanos - 19 de abril de 2014

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: