Acontece, Aldeia, Cultura

Aldeia, 431 anos

Hoje a Aldeia de “Carapicuhyba” completa 431 anos de fundação.

É nosso tesouro cultural. Nosso, não,  é patrimônio histórico nacional.

E o que foi seu trunfo, e permitiu que fosse a única das aldeias jesuíticas a sobreviver aos ataques dos bandidos bandeirantes, também nos aprisionou por muito tempo: a localização de difícil acesso.

E por ironia foi a abertura de mais um acesso, o trecho sul do Rodoanel,  que revelou mais objetos seculares que aumentam a importância da Aldeia e seu entorno na história paulista.

"Arte portuguesa Aldeia de Carapicuiba"

Arte portuguesa na antiga vivenda, atual FALC

Estar à altura é preservar. Destruir patrimônio cultural também é um traço histórico, em todo o país. Obras de melhoria de tráfego ou empreendimentos imobiliários sempre ganham mais importância do que preservar a história.As leis de proteção ajudam, mas a preservação só vira realidade quando bens culturais são um benefício para a comunidade.

Cruz na Aldeia

A Aldeia tem muitos admiradores em ação, felizmente.

Um excelente exemplo é o que a Associação da Aldeia de Carapicuíba – OCA  faz desde 1996. Através de trabalhos socioeducativos com os moradores, a ONG desenvolve a cidadania e a inclusão na cultura local – e o consequente interesse de preservá-la.

A OCA, aliás, já ganhou vários prêmios de incentivo cultural e é semi-finalista da edição 2011 do  Prêmio Itaú-Unicef, que traz justamente o tema “Experiências que Transformam”.

Museu Arqueológico

Os artefatos encontrados durante as obras do rodoanel estão no Museu de Arqueologia e Etnografia da USP. São fragmentos de louças, cerâmicas e utensílios que  farão parte do acervo do Museu Arqueológico de Carapicuíba, que o prefeito Sérgio Ribeiro prometeu entregar em dezembro.

E é bom lembrar que o Museu não será “mais uma obra” municipal…
É uma contrapartida de compensação do impacto ambiental causado pelo Rodoanel, com verba  do DERSA (1,8 milhões).

Fotos: Henrique – SSC

Anúncios

Sobre Carapicuibanos

Blog de notícias de Carapicuíba - SP

Discussão

2 comentários sobre “Aldeia, 431 anos

  1. gostaria de saber como estão as “negociações” sobre os artefatos arqueológicos.

    Curtir

    Publicado por katsue hamada e zenun | 16 de outubro de 2013, 12:17

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: